Emplacamentos em 2021 crescem 10,5%, diz Fenabrave

Venda de veículos caiu, mas de caminhões e motos aumentou





As vendas de veículos, motos e caminhões novos registraram alta de 10,57% em 2021 na comparação com os emplacamentos efetuados em 2020, segundo balanço divulgado  pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foram comercializadas, ao longo do ano passado, 3,49 milhões de unidades, enquanto em 2020 foram 3,16 milhões. Em dezembro, as vendas registraram queda de 7% em relação ao mesmo mês de 2020, com a comercialização de 337,6 mil unidades.


Automóveis

Os automóveis, no entanto, tiveram queda nas vendas do ano passado. Em 2021, foram comercializadas 1,55 milhão de unidades, uma redução de 3,6% em comparação com o resultado do ano anterior. No último mês de dezembro foram emplacados 156,1 mil automóveis, uma retração de 19,7% em relação ao mesmo mês de 2020.

A queda nas vendas de automóveis ocorreu, segundo o presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Júnior, devido às dificuldades de produção das indústrias que enfrentam globalmente a falta de diversos componentes. “Nosso mercado tinha potencial para absorver cerca de 20% mais do que os comercializados no ano passado”, destacou.


Caminhões e motos

Os caminhões tiveram um crescimento de 42,8% nas vendas em 2021, com a comercialização de 127,3 mil unidades. Em dezembro, foram comercializadas 11,2 mil unidades, uma alta de 24,3% em comparação com o mesmo mês de 2020.

As motos registraram um aumento de 26,4% nas vendas em 2021, com o emplacamento de 1,15 milhão de veículos de duas rodas. A comercialização de motos em dezembro cresceu 13,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior, com a venda de 112,4 mil unidades.


Previsão

Para 2022, a Fenabrave prevê um crescimento de 5,2% do setor. “Nossos estudos apontam para o crescimento de todos os segmentos automotivos neste ano. Mas, é claro que situações conjunturais podem afetar essas estimativas, considerando que a indústria ainda sofre com a falta de insumos e componentes eletrônicos, que estamos diante de uma economia ainda turbulenta e iniciando um ano em que teremos eleições, que costumam criar um cenário de incertezas”, avalia Andreta.

Para o segmento de automóveis, a expectativa é de expansão de 2,9%.


*Com informações de Agência Brasil




Carro voador inspirado em Ayrton Senna é apresentado pela Embraer

Um carro voador inspirado em Ayrton Senna. Conheça o Eve-Senna, segundo modelo de carro elétrico brasileiro da Embraer, desenvolvido pela Eve Air Mobi...

Com tarifa regulada, GNV é o combustível mais econômico em Santa Catarina

A competitividade do GNV (Gás Natural Veicular) em Santa Catarina no mês de setembro foi de 53% em relação ao etanol e 40% quando comparado à gasolina...

Polícia Rodoviária inicia operação nas estradas federais

A Polícia Rodoviária Federal inicia, hoje (8), nas rodovias federais de todo o país, a Operação Nossa Senhora Aparecida 2021. Tem como objetivo princi...

Governo do Estado lança serviço on-line para pedidos de revisão de infração de trânsito

Está no ar um novo serviço público, permitindo que todos os proprietários de veículos, notificados por infrações de trânsito por órgãos catarinenses, ...

Maioria dos consumidores quer carros elétricos como opção de compra

A maioria dos consumidores brasileiros gostaria que os veículos elétricos estivessem disponíveis no mercado, mostra a pesquisa SAE Mobilidade – Edição...

Aprovado novo Autódromo de Chapecó

Por unanimidade, associados do Automóvel Clube reunidos em assembleia geral extraordinária na noite desta terça-feira, 4 de maio, aprovaram a implanta...

Automóvel Clube realizará assembleia sobre autódromo

Discutir a venda da área atual do autódromo de Chapecó e a compra de outra no município. Esse é o objetivo de assembleia geral extraordinária que o Au...